10 de fev de 2012

Antraz

O Bacilo

Manipulado em laboratório, o bacilo Antraz, ganhou a forma de pó e se tornou uma poderosa arma biológica pela forma como se adapta e se reproduz em qualquer ambiente. Ou seja, é resistente e se reproduz por esporulação. No Brasil, a bactéria Antraz é manipulada nos laboratórios especializados com a finalidade de produzir vacinas veterinárias. É que esse é um bacilo que normalmente ataca os rebanhos. Em humanos, são raros os registros de contaminação, mas, acontece. O contágio ocorre por contato com a pele, ingestão por alimentos ou água e ainda por inalação, que geralmente é fatal. O combate ao bacilo no organismo, é feito com o uso de antibiótico. Uma droga chamada Ciprofloxacin que vem sendo utilizada desde 1987. As doses do medicamente é utilizada durante um período de 60 meses, sem interrupção com eficácia comprovada.

Contaminação

Infecção

Encontrada naturalmente em rebanhos bovinos, as bactérias podem ser transmitidas a seres humanos por três vias:

Cutânea: 95% de todas as infecções ocorrem por meio de cortes ou arranhões.

Mortalidade: 20% dos casos não-tratados


Intestinal: Ingestão de alimentos ou água

Mortalidade: 25 a 60% dos casos

Aérea: Inalação de esporos suspeitos no ar

Mortalidade: 99% dos casos

1º Dia

Esporos entram no pulmões

Sintomas: Não há

1º ao 6º Dia

Esporos migram para os nódulos linfáticos

Sintomas: Parecidos com gripe comum, tosse seca

6º ao 8º Dia

Esporos mudam para a forma bacteriana

Sintomas: Ligeira melhora, por várias horas

8º Dia

Proliferação bacteriana, com correspondente aumento dos níveis de toxina

Sintomas: Repentina dificuldade para respirar, suores intensos, pele azulada (cianose)

9º Dia

Esgotamento de Oxigênio e morte das células

Sintomas: Falência respiratória e cardíaca.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
DESIGN FEITO POR BRUNO Blogger