12 de jan de 2012

Crise de epilepsia


Quando alguém apresenta sintomas de epilepsia, o mais importante nos primeiros socorros é permitir que o indivíduo fique o mais confortável possível e não se machuque ao se contorcer durante as convulsões. Por isso:

  • Coloca-se a vítima de lado, na posição de segurança, para respirar melhor e não sufocar caso vomite;
  • Coloca-se um apoio em baixo da cabeça (travesseiro, casaco dobrado…) para prevenir que o indivíduo bata a cabeça no chão e cause algum traumatismo;
  • Deixe que os membros se contraiam. Não se deve segurar os membros, isso evita roturas musculares ou mesmo ósseas.

As crises em média duram entre 2 a 3 minutos, mas caso durem mais do que este tempo ou se repita a seguir ou é necessário ligar para o 192, para ser encaminhado ao hospital e se fazer exames.

De forma geral, um epilético que conhece a sua doença possui um cartão informando a sua condição com dados sobre o medicamento que toma, o telefone do médico ou familiar que deve ser chamado e até mesmo o que fazer em caso de crise convulsiva.

Após uma crise de epilepsia, é normal que a pessoa demore de 10 a 20 minutos num estado de apatia como se estivessem adormecidas. Nem sempre o indivíduo tem consciência do que aconteceu, por isso dispersar as pessoas para permitir a circulação de ar e a recuperação do epilético sem constrangimentos é importante.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
DESIGN FEITO POR BRUNO Blogger